(Foto: reprodução)

O governo anunciou nesta 5ª feira (22.set.2022) um bloqueio de R$ 2,6 bilhões no Orçamento deste ano, elevando para R$ 10,5 bilhões o valor total bloqueado. Essa retenção de despesa é para cumprir o teto de gastos (regra que limita o crescimento das despesas públicas à inflação).

Segundo o governo, houve um aumento de despesas na área da Previdência (aposentadorias e benefício de prestação continuada) na faixa de R$ 8 bilhões, o que pressionou o Orçamento.

Por outro lado, houve forte queda de despesas com o subsídios, subvenções e o Proagro (R$ – 3 bilhões), redução com pagamento de salários (R$ 1 bilhão) e no volume de precatórios.

Do total de valor bloqueado agora:

R$ 4,13 bilhões – são de emenda de relator, dinheiro que os congressistas podem decidir o destino;

R$ 3,26 bilhões – são de despesas de custeio do governo federal;

R$ 474 milhões – são de emendas de comissão.

Com informações Poder 360