Manaus – Na manhã desta terça-feira (22), Kzam Matos Martins, de 31 anos, foi preso por agentes da Polícia Civil tentando se esconder em uma residência localizada na rua Carajuru, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da capital.  Kzam era procurado desde o dia último dia 15 de setembro

Policiais informaram que o suspeito não resistiu a prisão e se entregou. Ele é acusado de cometer crimes de estupro, ofensa, constrangimento, lesão corporal, perseguição, injúria, omissão e subtração contra pelo 8 mulheres. Todas as vítimas registraram B.O. (Boletim de Ocorrência) contra Kzam. 

Um fato que chamou atenção foi que quando Kzam descia da viatura, ele estava sorrindo e “debochando” do que estava acontecendo. Conforme informações, detentos do presídio em que o suspeito foi encaminhado já estão sabendo do que ele fez e estariam preparando uma “recepção calorosa” para Kzam.

Ainda conforme informações, Kzam estaria gritando o nome da própria mãe dentro da cela e pedindo perdão de todas as garotas espancadas e torturadas por ele.

No início deste mês, no dia 8 de novembro, o suspeito participou de uma audiência virtual em outro processo. Ele já respondia por estelionato. O caso gerou revolta nas vítimas, que questionavam o motivo dele ainda não ter sido preso.